domingo, 4 de dezembro de 2011

Campanha PARTILHA DE CONHECIMENTOS - Socorrismo

Respostas aos temas que nos solicitaram:

Gostarias de ver algum tema abordado neste blog?
Envia o tema na área: envie-nos um comentário (enviar formulário)

Participe!....

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

31ª Conferência Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho

Realizou-se de 28 de Novembro a 1 de Dezembro de 2011, a 31ª Conferência Internacional Cruz Vermelha e Crescente Vermelho. Registou-se um dos dias ...

^

Votos para NATAL 2011

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Curso Europeu de Primeiros Socorros na BA

Barbosa e Almeida fez mais um curso de primeiros socorros. O curso europeu de Primeiros socorros decorreu nas instalações da BA, em Avintes, com a participação 10 elementos que validaram as competências na intervenção do primeiro socorro.

Parabéns à BA, por ter feito mais um curso de primeiros socorros, com a participação deste Centro de Formação e com os formandos, agora também socorristas:
- Fausto Pereira Carvalho Araújo
- Hugo Daniel Martins Ascenção
- Juan Andrés Mancipe Campos
- Pedro Miguel Gomes Fernandes
- Valter Manuel Fernandes Freitas
- Ricardo Nuno Correia Marques
- Hugo Miguel Castro Moreira
- Rui Fernando Sousa Pereira
- Paulo Miguel da Silva Oliveira Santos
- Pedro Soares Teixeira

 Parabéns pelas novas competências.

sábado, 1 de outubro de 2011

O que fazer perante um desmaio


^

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Direitos Humanos

A amnistia Internacional vem divulgando um vídeo que vem marcando a indiferença dos Homens aos direitos humanos.

^

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Praia segura

Pratica algumas  regras de segurança na praia
^

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Lazer

A régua lateral cinzenta deste blog, disponibilia no Espaço da Segurança Infantil um espaço dedicado aos jogos.Poderás encontrar jogos sobre o Tinonicombate a incêndios  e o socorrista nadador (em inglês). Experimenta-os e diverte-te com amigos na procura da melhor pontuação.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Continuamos a receber solicitações, sobre o desafio que lançamos. Como já divulgamos, o objectivo deste desafio, com a participação de todos, tem como propósito a partilha e divulgação de saberes.


Uma grupo de pessoas partilhou um texto que mostra a evolução da reanimação no mundo, desde os primórdios até a actualidade.
^

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Método de Silvester como meio de reanimação em Portugal

Um curiosidade relativa aos métodos de reanimação em Portugal, estão descritas na portaria 17653 de 1960, revogados pela portaria 37/70, como forma de actualização.
Na decada de 60, o preconizado no nosso país como método de reanimação é baseado no método de Silvester-Brosch.

sábado, 23 de julho de 2011

Sobre Henry Heimlich

Dr. Henry J. Heimlich nasceu 3 Fevereiro de 1920, em Wilmington, Delaware. Licenciou-se na Universidade de Cornell em 1941, e fez o seu doutoramento na Cornell Medical College em 1943.

Dr. carreira Heimlich é notável pela abundância de soluções criativas e simples, tendo dado vários contributos na saúde, a partir de 1945. Embora atribuído a um Grupo Naval dos EUA na China durante a Segunda Guerra Mundial, Dr. Heimlich enveredou por um tratamento “inovador” para vítimas de tracoma, uma infecção incurável bacteriana nas pálpebras que estava a causar cegueira em toda a Ásia e no Médio Oriente. Uma mistura á base de sulfadiazina e creme de barbear mostrou-se eficaz, trazendo sucesso a centenas de pessoas.

Na década de 1950, um mês depois de completar a formação geral em cirurgia torácica, Dr. Heimlich executou uma operação inovadora para substituir o esófago. Após o sucesso na realização do procedimento, apresentou os resultados numa reunião da Associação Americana de Medicina em 1961. O procedimento, chamado de " a hot medical discovery " pela revista Life, mencionou ser o primeiro órgão a ser totalmente substituído da história. Ele é usado hoje para superar defeitos de nascimento do esófago.

Impressionado por uma imagem de um soldado chinês que morreu na mesa de cirurgia após ser baleado no peito, em 1945, Dr. Heimlich começou a desenvolver uma válvula que drena-se o sangue e o ar para fora da cavidade torácica. Em 1964, a válvula de Heimlich, de drenagem torácica foi introduzida. Dr. Heimlich é considerado um herói no Vietname e nos EUA, onde a vida de milhares de soldados americanos e vietnamitas que sofreram tiros no peito foram salvas, pela primeira vez na história, por um dispositivo de apenas cinco centímetros de comprimento. Ele foi fabricado por apenas um dólar à época. Hoje, mais de 250.000 válvulas de Heimlich são usados em todo o mundo por ano, para tratar pacientes com ferimentos no peito, ou após a cirurgia. Cada válvula salva uma vida.

Em 1974, Dr. Heimlich publicou conclusões sobre o que viria a ser a ® Manobra de Heimlich. Uma semana depois, a primeira vítima de asfixia foi salva pelo método. Desde sua introdução, a manobra de Heimlich salvou 50 mil pessoas nos Estados Unidos.

Em 1980, o Dr. Heimlich concebeu o MicroTrach Heimlich ™, um pequeno tubo inserido na base da traqueia e do pescoço, sob anestesia local. Imediatamente aprovado pela Food and Drug Administration, o MicroTrachtm tem muitas vantagens sobre outros métodos de fornecimento de oxigénio.

Na presente década, Dr. Heimlich voltou sua atenção para duas doenças devastadoras, que a medicina ainda não encontrou uma cura – cancro e HIV- SIDA.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

PAI e MÃE - Lição de vida


“Não eduques o teu filho para ser rico, educa-o para ser feliz”.
“Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO”
(Max Gehringer)

domingo, 10 de julho de 2011

Conduza com segurança

De forma geral, e principalmente em férias, CONDUZA COM SEGURANÇA


sexta-feira, 8 de julho de 2011

Coração - Sistema de PURKINJE

O coração é, na verdade, formado por duas bombas distintas: uma delas bombeia o sangue para os pulmões, enquanto a outra bombeia o sangue que sai dos pulmões para todo o resto do corpo. Dessa forma, o sangue flui ao largo de um circuíto contínuo, que é o sistema circulatório.
Apesar do impulso cardíaco poder ser propagado, perfeitamente bem, pelas próprias fibras do músculo cardíaco, o coração possui um sistema especial de condução – o sistema de Purkinge – que transmite impulsos a uma velocidade cerce de 5 vezes superior que a do músculo cardíaco normal: aproximadamente 2 m/s para apenas 0,4 m/s, no músculo cardíaco.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Idade Interior

Descobre a tua idade interior e observa como está a tua saúde.Vê como melhorar o teu estilo de vida
Clica na imagem e inicia a tua viagem .....

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Técnicas de salvamento aquático

Continuamos a receber solicitações, sobre o desafio que lançamos. Como já divulgamos, o objectivo deste desafio, com a participação de todos, tem como propósito a partilhar e divulgação de saberes.

Como resposta ao grupo de nadadores salvadores, que nos colocou várias questões, as quais se focavam sobre: "quais as técnicas de reanimação no afogamento?", aqui segue este texto vocacionado para os técnicos que lidam com situações potenciais de afogamento, como por exemplo: nadadores salvadores, mergulhadores (amador ou profissional), professores nas piscinas, etc, tendo por base as linhas orientadoras de reanimação 2010.
Ficam aqui disponíveis algumas técnicas relativas ao socorro aquático.
Para mais informações, basta clicar na foto e fazer o donwload.
^

Video didatico sobre diabetes

Filme didatico sobre diabetes factores de risco e prevenção

^

Enfarte agudo do miocárdio

Acordo Ortográfico

Temos recebido muitos pedidos de esclarecimentos variados, assim como esclerecimentos técnicos sobre os textos que este Centro de Formação tem produzido. Contudo temos recebido solicitações sobre o novo acordo ortográfico.
Segue um endereço com informações úteis e a divulgar.

^

terça-feira, 5 de julho de 2011

Festejos em Africa

A música "Nelson Mandela" (também conhecida em algumas versões como "Free Nelson Mandela") é uma canção escrita por Jerry Dammers e cantada pela sua banda The Special AKA. O seu vocalista, Stan Campbell lançou no single Nelson Mandela/Break Down The Door, em 1984, um protesto contra a prisão de Nelson Mandela. Ao contrário da maioria das canções de protesto, esta música está feita em modo festivo e eleva o optimismo, com base nas influências musicais da África do Sul. A música alcançou o nº 9 dos top das listas musicais britânicas e foi imensamente popular em Africa.

Os festejos continuam e mesmo passados 27 anos sobre aquela música, a ideologia mantêm-se .....  
^

segunda-feira, 4 de julho de 2011

THE FRAY - How To Save A Life

O tema da banda sonora da série Anatomia de Grey, How To Save A Life dos The Fray, é neste propósito uma incentivo a aprender gestos simples que salvam. Increve-te num curso de primeiros socorros e fica a saber como salvar uma vida !......

Legendado em português (do Brasil!...)

domingo, 3 de julho de 2011

BREVEMENTE

Considerações às linhas orientadoras de reanimação 2010 nas suas condições especiais: o afogamanto.
 
Texto para os técnicos que lidam com situações potenciais de afogamento, como por exemplo: nadadores salvadores, mergulhadores (amador ou profissional), professores nas piscinas, etc.

Aproveitamos para relembrar que, lançamos um desafio com o objectivo de generalizar os saberes em primeiros socorros. Se quiseres participar com sugestões de temas ou questões, então, envolve-te colocando-nos por e-mail na área de comentários (enviar formulário) tais sugestões.

Como aqui anunciado, um grupo de nadadores salvadores colocou a questão :"quais as técnicas de reanimação no afogamento?".

sábado, 2 de julho de 2011

Revalidações da Carta de Condução - Maio de 2011

Na sequência de diversas notícias publicadas recentemente sobre as idades obrigatórias para revalidar a Carta de Condução, o IMTT esclarece o seguinte: A legislação relativa às alterações nas idades em que a revalidação da carta de condução é obrigatória foi publicada através do Decreto-Lei n.º 45/2005, de 23 de Fevereiro de 2005, tendo entrado em vigor 90 dias depois, a 24 de Maio de 2005.
Para as cartas de condução emitidas antes de 24 de Maio de 2005, os novos prazos de validade começaram a ser aplicados a partir de Janeiro de 2008.
Assim, desde 1 de Janeiro de 2008, a carta de condução deve ser revalidada obrigatoriamente de acordo com as idades abaixo indicadas, para as diferentes categorias de veículos, e independentemente da data de validade que consta no documento:
1. Condutores de veículos das categorias A, B e B+E, e das subcategorias A1 e B1:
    •Aos 50, 60, 65, 70 anos e, posteriormente, de dois em dois anos.

2. Condutores de veículos das categorias C e C+E, e das subcategorias C1 e C1+E:
    •Aos 40, 45, 50, 55, 60, 65, 68 anos e, posteriormente, de dois em dois anos.

3. Condutores de veículos das categorias D e D+E, subcategorias D1 e D1+E e da categoria C+E, cujo peso bruto exceda 20.000 kg:
    •Aos 40, 45, 50, 55 e 60 anos.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

À conquista dos 1 000 pés (305 metros) em apneia - VIDEOS

Aos 40 anos de idade Herbert Nitsch está a planear a sua incrível viagem na preparação de um mergulho em apneia a uma profundidade de 1000 pés ou 305 metros. Herbert, tentará baixar o seu já terceiro recorde em apneia, que detém a uma profundidade de 214 metros. Ele quer melhorar seu próprio recorde com 91 metros de profundidade extra!

domingo, 26 de junho de 2011

Proposta de trabalho sobre oxigénio

Em referência ao desafio que lançamos, continuamos a receber solicitações, sobre diversas propostras de temas a partilhar. Assim o objectivo da participação de todos, faz com que mais informações sejam possiveis de generalizar pela comunidade on-line. Foi-nos solicitado para lancarmos uma proposta de trabalho com questões relativas ao uso do oxigénio.
Assim propomos um simples desafio, com cinco questões e que esperamos cinco respostas. Para participar, basta aceder à proposta de trabalho e, enviar as respostas (com o teu e-mail) na área de comentário deste blog (na zona de enviar formulário).

Participa!......

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Palestra em Lordelo - Resultado da palestra

No dia 13 de Junho realizou-se no auditório da Fundação LORD, em Lordelo, a palestra com a participação do Prof. Dr. José Eduardo Pinto da Costa sobre a prevenção do enfarte agudo do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais. Esta palestra foi dinamizada/organizada pelo Projecto de Promoção e Educação para a Saúde, do Agrupamento de Escolas de Lordelo, que teve como Coordenadora , a Professora Abília Domingues.
Queremos deixar os parabéns à coordenadora desta acção, assim como a todos os envolvidos. 
O auditório esteve repleto de participantes que, de forma activa, colocaram várias questões, sendo estas respondidas sempre de forma dinâmica e assertiva.

Registamos o evento com esta série de fotos .....

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Desemprego e ofertas de emprego em Portugal




Neste texto, apresentam-se dados do desemprego e das ofertas de emprego em Portugal, situação que espelha bem como o nosso país tem vindo a "evoluir" no que concerne a estes dois factores. Os dados são baseados nos registos do Instituto do Emprego e Formação Profissional.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Socorro militar e técnicas improvisadas de transporte

Continuamos a receber solicitações, sobre o desafio que lançamos. O objectivo da participação de todos, faz com que mais informações sejam possiveis de partilhar aumentando a divulgação de saberes.
Recepcionamos novas solicitações referentes ao socorro militar e técnicas improvisadas de transporte em situações de conflito.
Ficam aqui disponiveis algumas informações relativas a este tema.
Para mais informações, basta clicar na foto e fazer o donwload.
^

domingo, 12 de junho de 2011

Acompanhantes numa ambulância

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) passou a reconhecer aos doentes transportados em ambulância do Instituto o direito de serem acompanhados por familiar ou pessoa de sua relação. Esta decisão, em vigor desde o passado dia 1 de Junho de 2011, tem por objectivo humanizar os cuidados de emergência médica, nomeadamente durante o transporte de doentes urgentes ou emergentes.
Pela Lei n.º 33/2009, de 14 de Julho, foi reconhecido e garantido a todo o cidadão admitido, num serviço de urgência do Serviço Nacional de Saúde, o direito de acompanhamento por uma pessoa por si indicada. Assim, considerou o INEM imprescindível estender a aplicação da lei mencionada ao transporte de doentes em ambulância de emergência do Instituto.

Esta prática, pelo bom senso que demonstra, deverá ser aplicada por todos os envolvidos na prestação de serviços ao SNS (Serviço Nacional de Saúde).

sábado, 11 de junho de 2011

Trabalho seguro com garrafas sobre pressão

E o  desafio continua!...
Recepcionamos um grupo de solicitações (como resposta ao desafio mostrado no banner corrido deste blog, apelando à partilha/publicação de temas diversos) sobre manuseamento de garrafas sobre pressão. Fica aqui disponivel algumas informações relativas ao trabalho feito em segurança.
Para aceder à informação, basta clicar na foto (pode fazer o download).
^

terça-feira, 7 de junho de 2011

Actividades de lazer - mergulho e seus destinos

O desafio continua na proposta da partilha de novos temas. Como a época de verão se apróxima, tivemos questões sobre onde se poderá praticar a actividade de mergulho em Espanha, com boas condições para a prática. Gostariamos de comentar que, em Portugal, e apesar de a época "grande" para a prática do mergulho ser no Verão,  há locais excelentes, e é mesmo possivel a prática todo o ano.
Obtivemos questões sobre as ilhas medas em Espanha, às quais respondemos pessoalmente. Como este espaço é de partilha de temas, gostariamos de divulgar algumas informações gerais.
Continuem a participar, pela área dos comentários (ver neste blog, a área destinada aos comentários).
As Ilhas Medas situam-se em frente à desembocadura do Rio Ter, próximo de L´Estartit, (Girona; Barcelona). São umas ilhotas que possuem à sua volta uns fundos marinhos que todos os anos atraem numerosos visitantes, sobretudo cientistas. A ilha principal é Gran Meda e as restantes são a Meda Petita, Les Ferrenelles, Medallot, El Tascó Grande, El Tascó pequeño e El Cavall Bernat.
Fundos de posidonia, corais, fauna abundante, águas cristalinas, recifes de coral, são algumas das características que estas ilhas apresentam e que justificam plenamente o interesse por elas, que se encontra demonstrado pela quantidade de naufrágios que ocorreram nas redondezas.
As Ilhas Medas encontram-se protegidas desde há mais de 2 décadas, sendo por isso que a sua conservação tem sido uma constante e as actividades nelas permitidas são limitadas. É possível praticar mergulho, mas deverá informar-se acerca das limitações e autorizações que deve ter.

Se procura um local para o lazer com a família e disfrutar de uns óptimos locais de mergulho não deixe de conhecer este local .....

 ^

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Palestra em Lordelo

O Agrupamento de escolas de Lordelo, no âmbito da educação para a saúde, convida toda a comunidade educativa Lordelense, a participar na Palestra: «Aprenda a prevenir e a identificar um Acidente Vascular Cerebral e um Enfarte Agudo do Miocárdio», com a orientação do Professor Doutor Eduardo Pinto da Costa, às 21 horas do dia 13 de Junho no auditório da fundação A Lord.

Para mais informações na Escolas de Lordelo:
 Estrada Nacional 209, 3638
 4580-439 Lordelo PRD
 Tel.: 224442520
 Fax: 224440017
 e-mail: eb23lordeloprd@mail.telepac.pt
Divulgação do Centro de Formação de Socorristas

sábado, 4 de junho de 2011

Na Rota da Saúde em Lordelo

Realizou-se a 4 de Junho na Escola Secundária de Lordelo, dois cursos de Suporte básico de Vida com Desfibrilhação Automática Externa, promovido pelo projecto Lordelo na Rota da Saúde, com o objectivo de motivar os jovens para actos de cidadania. Como mote da aprendizagem estiveram gestos que salvam, de forma despertar nos jovens actos fundamentais de solidariedade.
O centro de formação de socorristas, creditou a formação e dá os sinceros parabéns à professora Maria Abília Domingues que dinamizou naquela escola esta formação.
Registou-se o evento:
^

sábado, 21 de maio de 2011

Após a publicação do desafio sobre a partilha de novos temas, obtivemos muitas propostas, pela área dos comentários (ver neste blog, a área destinada aos comentários) o que desde já agradeçemos vossa participação.Continuem a participar.
 Desta forma elegemos um video que mostra bem actos de solidariedade. O filme titula-se O poder das palavras.
Quer fazer um comentário? ....


^

Manequim de treino Little Anne da Laerdal

O Centro de Formação de Socorristas de Gaia, vem recebendo vários pedidos de esclarecimento sobre várias temáticas, as quais vão sendo respondidas de forma pessoal. As questões que têm oferecido um maior número de dúvidas, este Centro de Formação, além de responder de forma personalizada, pública um artigo de forma a que esse esclarecimento seja mais abrangente e aberto a todos.

Temos recebido vários pedidos de esclarecimentos no Centro de Formação, em relação às novas alterações (linhas orientadoras) de 2010, relativas ao suporte básico de vida com desfibrilhação automática externa (SBV/DAE). Apesar das várias respostas terem sido dadas, persiste uma questão. É pois necessário fazer uma explicação pública, como forma de esclarecimento geral, relativo aos manequins de treino da Laerdal.

A questão é relativa ao som que os manequins de treino da Laerdal (Little Anne) emitem.

Os manequins de treino da Laerdal (Little Anne), possuem um dispositivo audível de compressão que permite indicar ao aluno que este está a aplicar uma compressão com uma amplitude “correcta”. Quando aquele dispositivo está activado, soará um “click” ao realizar uma compressão de amplitude 38 mm (1 ½ de polegada). Este “click” indica a amplitude descrita que não é, a mencionada nas linhas orientadoras (5 cm).

O termo “correcta", vem indicado entre aspas, como forma de referir que a amplitude correcta é de 50 mm e não de 38 mm. Assim no treino de SBV/DAE a correcta amplitude das compressões não se devem limitar ao som do “clik” mas serem mais profundas por forma a atingir a eficácia das compressões torácicas.

Em alternativa, poder-se-á, proceder à redução do raio do arco interior (reduzindo a distância ao dispositivo sonoro - ver figuras em baixo) de 12 mm de forma a assegurar o diferencial da amplitude das compressões. Esta alteração confere uma modificação na estrutura do manequim pelo que deve ser feita pelo fabricante ou por pessoal competente.  

Nota: a recolha da informação para esta resposta foi feita tendo por base as informações disponibilizadas pela Laerdal e pelo manual do referido manequim.
Para mais informações contacte-nos!...

Divulgação do SIEM

Este Vídeo tem como objectivo a divulgação do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM)
^

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Campanha temática - Socorrismo

PARTILHA DE CONHECIMENTOS
Lançamos um desafio a todos os leitores deste blog, na participação num painel de divulgação de saberes sobre socorrismo. Assim o objectivo deste desafio, é o de massificar os conhecimentos e receber propostas de temas que gostariam de ver publicados como forma de aclarar questões ou mesmo colocar dúvidas com o propósito de obter esclarecimentos gerais e técnicos.

Aguardamos pelas vossas propostas. Envolve-te e participa.
^

Sensibilização em Primeiros socorros - EB1 de Moinhos

Realizou-se no dia 20 de Maio uma acção de divulgação de gestos simples que salvam vidas. Esta acção, teve como objectivo principal a sensibilização dos alunos, professores e auxiliares de acção educativa para as temáticas de activação do 112, desobstrução da via aérea, posição lateral de segurança e de suporte básico de vida. A sessão teve como promotor, o Projecto de Educação para a Saúde pelo programa Lordelo na rota da Saúde (http://www.peslordelo.blogspot.com/) que fez o convite ao Centro de Formação de Socorristas da Delegação de Vila Nova de Gaia para a sua participação neste evento. Registou-se o momento...
^

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Dados estatísticos sobre AVC em Portugal - 2011

Apresentam-se os dados referentes aos casos de acidentes vasculares cerebrais (AVC), em Portugal. De forma a obter informações gerais, os dados são explanados nos seguintes pontos:

1. N.º registos AVC por número de casos/ano
Num total de 9794 casos (desde 2006 até 2011) a distribuição é:


2. N.º registos AVC por sintomatologia de apresentação (2011)


3. N.º registos AVC por Pirâmide Etária – Sexo e Idade (2011)


4. N.º registos AVC por antecedentes pessoais (2011)
Os antecedentes pessoais mais registados, são os mencionados, com as frequências do ano 2011.

 
5. N.º registos AVC por tempo (em minutos) desde o inicio dos sintomas até à chegada do doente ao hospital (2011)

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Armazenagem de garrafas de gás

1. Campo de aplicação
A armazenagem de garrafas de gás (recipientes de gás comprimido) está ao abrigo da regulamentação técnica de gases comprimidos.
Abaixo encontram-se descritos alguns dos requisitos mais importantes relacionados com a organização de pequenos armazéns de garrafas de gases (máximo de 50 garrafas) inertes, comburentes e inflamáveis (ex. argon, oxigénio, acetileno, propano).

2. Armazéns de garrafas de gás
Um armazém de garrafas é um local onde são mantidas permanentemente em stock garrafas de gás cheias e onde se armazenam garrafas vazias para enchimento.

3. Requisitos gerais
- Todo o pessoal deve receber regularmente formação sobre o manuseamento de garrafas e manuseamento de substâncias perigosas.
- Sinalizar os locais de acesso restricto a pessoas autorizadas, por ex.:
- Evitar riscos da circulação de veículos (por ex. protecção contra colisões).
- As garrafas têm de permanecer seguras num chão regular e protegidas contra quedas, por ex. armazenagem em paletes, ou agrupadas.
- As válvulas têm de estar fechadas e os “capacetes” das garrafas roscados.
- Manter uma distância mínima de 0.5 m entre os recipientes e fontes de calor ou radiação.
- Manter acessível um extintor e um telefone com indicação dos números de emergência.
- Armazéns não devem ser colocados em áreas críticas tais como escadas, corredores, saídas de emergência, garagens ou passagens de pessoas ou veículos.
- No caso de armazéns em locais subterrâneos consultar legislação especial.
- Têm de ser mantidas áreas de protecção (ver 6) no caso de gases inflamáveis.
- Garrafas com gases liquefeitos (por ex. propano, butano) têm de ser mantidas na vertical.
- Transvazamentos e trabalhos de reparação em garrafas são proibidos nos armazéns.

4. Armazéns em salas
Armazéns em salas são armazéns em espaços fechados ou abertos de um dos lados (ver excepções em 5).

4.1. Requisitos gerais
- As paredes dos edifícios vizinhos e as paredes exteriores do armazém têm pelo menos de ser construídas com materiais à prova de fogo. O telhado tem de ser suficientemente resistente a faíscas e ao calor de radiação.
- O chão tem de ser não inflamável.
- Nas salas de armazenagem não deve haver esgotos e drenos sem tampas para líquidos e não devem haver acessos ou passagens para outras salas. Além disso, não devem existir aberturas para limpeza ou aberturas de chaminés.
- Deve haver ventilação suficiente (a área de ventilação deve ser pelo menos 1% da área do chão).
- Não devem ser armazenadas outras substâncias inflamáveis (por ex. líquidos inflamáveis, madeira, papel) nas salas de armazenagem (excepto quando separadas por uma parede com uma altura > 2 m).
- Salas com mais de 25 garrafas cheias armazenadas não devem estar situadas acima ou abaixo de outras salas continuamente usadas por pessoas.

4.2. Requisitos para gases inflamáveis
 - Se as paredes de uma sala de armazenagem fazem fronteira com locais de passagem públicos ou estradas, estas não devem ter portas ou janelas abaixo de uma altura de 2 m (excepto portas estanques e corta-fogo).
- Tem de ser mantida uma distância mínima de 2 m entre garrafas de gases comburentes e inflamáveis.

5. Armazéns ao ar livre
São também considerados armazéns ao ar livre, aqueles que têm apenas dois lados abertos assim como apenas um lado, se a profundidade – medida a partir do lado aberto – não for superior à sua altura.
Um lado da sala é também definido como aberto se for feito de gradeamento metálico ou material similar.
A distância de segurança aos equipamentos adjacentes que possam apresentar potências riscos (possuam substâncias inflamáveis) é de pelo menos 5 m. Uma parede de protecção com uma altura de 2 m e feita de material não inflamável pode substituir esta distância de segurança.

6. Área de protecção
6.1. Requisitos gerais
- A área de protecção e o risco de explosão tem de estar indicado com sinais de aviso (ver exemplos de sinais em 3) - Não devem haver fontes de ignição na área de protecção.
- O equipamento eléctrico tem de ter protecção contra explosão classe 2.
- Apenas são permitidos os veículos necessários a servir o armazém.
- A área de protecção não deve extender-se a edifícios vizinhos, passagens públicas ou estradas.

6.2. Requisitos para armazéns em salas
 Toda a sala é uma área de protecção no caso do seu volume ser inferior a 20 m3.

6.3. Requisitos para armazéns abertos
- A área de protecção pode ser restricta no máximo a dois lados com paredes com um mínimo de 2 metros sem aberturas e feitas de materiais não inflamáveis. De um dos lados esta parede pode ser a de um edifício desde que não possua aberturas para a área de protecção.
- Nas salas de armazenagem não devem haver esgotos e drenos sem tampas contra derrames e não devem existir acessos e passagens para outras salas. Além disso, não devem existir aberturas para limpeza ou aberturas de chaminés.

6.4. Dimensões das áreas de protecção
Para gases inflamáveis mais pesados que o ar (ex. propano, butano). Para gases inflamáveis mais leves que o ar (ex. acetileno, metano, hidrogénio).

domingo, 15 de maio de 2011

sábado, 14 de maio de 2011

Curso de formação - FOR

A Escola de Socorrismo da CVP (ESO), disponibilizava à população uma formação denominada FOR, com 24 horas formativas. Dos conteúdos programáticos, faziam parte, práticas de coberturas com lenços triangulares, que, são uma das “imagens de marca” da Cruz Vermelha.
Tais práticas criaram em algumas entidades formativas, concordâncias e discordâncias relativas à sua aplicabilidade. Facto agora relevante é que, após a descontinuidade deste curso, já não se comenta a dificuldade vs não dificuldade do uso dos lencos triangulares. Existe contudo uma inequivoca convergência de ideias: a genial diversividade do que se pode fazer com um lenço triangular.
De forma a relembrar algumas dessas práticas, aqui se apresenta o capacete:

video

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Acidentes de viação com vítimas, feridos e mortos – Continente

Os acidentes de viação, em Portugal, não têm diminuído. Esta situação deve-se a vários factores, podendo-se mencionar, entre outros, o desrespeito por parte dos condutores às elementares regras de transito, à falta de uma pedagogia por parte das forças de autoridade, e melhorar comportamentos por parte dos responsáveis (forças da autoridade) nos seus actos de cidadania na aplicação da fiscalização em detrimento dos seus objectivos internos.
Assim, a sinistralidade no nosso país, vem pautando-se por uma constância de registos de acidentes de viação, notando-se um ciclo de tendência alto e baixo. Observem-se os dados dos últimos 50 anos:


Conceitos:
Mortes Causadas por Acidentes de Viação: Toda a pessoa cuja morte ocorra no local do acidente como consequência deste, ou a caminho do hospital.
Acidente de Viação: Acontecimento fortuito, súbito e anormal ocorrido na via pública em consequência da circulação rodoviária, de que resultem vítimas ou danos materiais, quer o veículo se encontre ou não em movimento (inclusivamente à entrada ou saída para o veículo e ou no decurso da sua reparação ou desempanagem).
Ferido: Toda a pessoa que, em consequência de um acidente de viação, sofreu ferimentos (graves ou ligeiros) e que não seja considerado "morto".
Ferido Grave: Toda a pessoa que, em consequência do acidente, tenha sofrido lesões que levem à sua hospitalização.
Ferido Ligeiro: Toda a pessoa que, em consequência do acidente, apenas tenha sofrido ferimentos secundários que não impliquem a sua hospitalização.
Acidente com Vítimas: Todo o acidente de viação em que pelo menos uma pessoa tenha ficado ferida ou morta.
(Dados estatísticos Pordata 2011)

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Formação em movimento

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Feira de Oferta Formativa


Realizou-se a 9 de Maio de 2011 uma Feira de Orientação Escolar e Vocacional, na E.B. 2, 3  Escultor António Fernandes de Sá, em Gervide. O objectivo desta Feira, foi sensibilizar e apoiar os alunos daquela escola nas suas escolhas vocacionais na transição de ciclos ou eventual alteração de percurso escolar.

Este evento, que se pretende de periodicidade anual, foi visitado por toda a comunidade escolar e pelos encarregados de educação, que desejaram participar, no sentido de, também eles, ficarem esclarecidos, para um melhor aconselhamento e acompanhamento dos seus educandos.

Em cada uma das Escolas participantes estiveram disponíveis informações detalhadas sobre as múltiplas escolhas que se colocam aos alunos do 6º ao 9ºano.

No seu conjunto, estiveram presentes na Feira, representações das Escolas do Ensino Secundário e do Ensino Técnico-Profissional do Distrito do Porto.

A participação do Centro de Formação da CVP Delegação de Vila Nova de Gaia, teve como sub-tema, a participação activa dos jovens e adultos, para actos de cidadania na prestação de socorro a actos de solidariedade.

Parabéns aos organizadores e participantes deste evento.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Acção de sensibilização na Escola Secundária de Canelas

Sabe com actuar em situações de emergência na escola?



Decorreu no passado dia 29 de Abril a ACÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO de PRIMEIROS SOCORROS PEDIÁTRICOS, uma organização do PES com a colaboração da CRUZ VERMELHA PORTUGUESA (Centro de formação - delegação de Gaia). Teve como público-alvo os assistentes operacionais e Professores de J.I., EB1, EB2/3 e Secundário, Associação de Pais e alunos do ensino secundário.

Foi uma acção teorico-prática dinâmica onde a qualidade da prelecção aliada a uma interacção entre grupo de trabalho e formador numa perspectiva de sensibilizar para a aquisição de competências efectivas constituiu uma mais valia.

Os 50 participantes nesta acção, puderam simular procedimentos em situação de emergência desde activação do 112, sequência na paragem cárdio-respiratória (suporte básico de vida), desobstrução das vias aéreas, lipotímia, epilepsia...gestos que podem salvar uma vida!
Consulte também o http://agrupamento-vertical-canelas.edu.pt/1011/course/view.php?id=43 onde encontrará as informação sobre este evento.

O Centro de Formação deixa aqui os parabéns ao grupo de trabalho do grupo PES !......

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Notas soltas relativas ao DAE

Neste texto, em anexo, comentam-se algumas considerações, referentes ao acto da Desfibrilhação Automática Externa, com intuíto de colocar em debate/comentário ideias sobre esta problemática. No texto abordam-se temas como: as estratégias antes da desfibrilhação, os cuidados com o manuseio do oxigénio, a correcta aplicação dos electrodos, qual o melhor tamanho (área) dos electrodos, formas de ondas e sua apresentação, entre outros.

Abordam-se, ainda, algumas caracteristicas dos DAE da Cardiac Science (DAE Powerheart e DAE FirstSave).

Para mais informações leia o texto: notas sobre DAE 2010.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Dia Mundial da Saúde

No dia 7 de Abril, os alunos da escola sede do Agrupamento das Escolas de Lordelo, com a preciosa ajuda de dois Formadores da escola de socorrismo, da Cruz Vermelha Portuguesa, do Centro de Formação de Socorristas da Delegação de Vila nova de Gaia, aprenderam a activar o sistema Integrado de Emergência médica em Portugal e qual a informação necessária a fornecer ao centro de orientação de doentes urgentes em caso de acidente e/ou de vítima de doença súbita. Aprenderam ainda que em caso de envenenamento o procedimento correcto a adoptar é o contacto com o Centro de Informação Anti-veneno – 808250143.
Participaram também numa acção de práticas integradas, onde executaram algumas tarefas.
Registou-se o evento .....


Parabéns ao grupo de trabalho do Lordelo na Rota da Saúde (http://www.peslordelo.blospot.com/) que na escola sede de Lordelo dinamizou esta acção no programa PES.

Agradecimento a um curso de primeiros socorros

Olá a todos,

O meu nome é Manuel Benjamim e sou funcionário da Soares da Costa, com a profissão de Mecânico, à quase 40 anos.
Gostei muito de ter frequentado esta formação de primeiros-socorros, pelo que aprendi mas também pelas pessoas que conheci.
Sinto que estou mais preparado e com mais valor para poder ajudar todos aqueles que no dia-a-dia, a qualquer momento das suas vidas, necessitem de um C.E.P.S.
Gostaria de fazer um agradecimento ao José Eduardo Domingues pela forma como me ajudou a compreender os requisitos básicos para poder ajudar a salvar vidas.
Ao formador José Eduardo Domingues, da C.V.P. e à Sociedade de Construções Soares da Costa que me proporcionou a oportunidade de assistir a esta formação o meu Sincero Obrigado.

Manuel Benjamim Soares

quarta-feira, 23 de março de 2011

Gestos que Salvam em Lordelo

Decorreu a 14 de Março uma acção de sensibilização na Escola de Lordelo, promovido pelo grupo de trabalho do Projecto da Saúde (Lordelo na Rota da Saúde) onde se mostrou a importância de se saber estabilizar uma vítima até à chegada dos meios diferenciados de socorro como sendo fundamental para a sua sobrevivência.  Foi o objectivo da acção que decorreu na Escola de Lordelo realizada pelo projecto para a saúde, que teve a participação do Centro de Formação de Socorristas de Gaia.
Parabéns pela acção desenvolvida ao grupo de trabalho do Projecto da Saúde!...

Para saber mais consultar: http://www.peslordelo.blogspot.com/

terça-feira, 22 de março de 2011

Enquadramento Conceptual, Pobreza e Exclusão Social

Existem diversas e inúmeras formas de definir a pobreza. A pobreza é uma manifesta violação de todos os Direitos Humanos: civis, políticos, económicos, sociais e culturais.
De uma forma muito geral, a pobreza está directamente ligada à carência material, podendo ser entendida como a carência de bens e serviços essenciais, focando-se mais ao nível das necessidades básicas. No entanto, esta definição é muito limitada, dado que a pobreza está também directamente associada à falta de recursos económicos e incapacidade de participar na sociedade de uma forma digna. Assim, pode considerar-se que uma pessoa vive em situação de pobreza se o seu rendimento e recursos são insuficientes e a impedem de ter um nível de vida considerado como aceitável na sociedade em que vive.
Associados à pobreza aparecem uma série de factores que podem contribuir de forma directa para o agravamento da situação tais como o desemprego, baixos salários, habitações precárias, dificuldade de acesso aos serviços de saúde, baixas habilitações literárias, entre outras. Uma pessoa em situação de pobreza encontra-se assim marginalizada e excluída da participação nas actividades (económicas, sociais e culturais) que são norma para as outras pessoas e o seu acesso aos direitos fundamentais pode ser restrito.
Neste sentido foi definido o limiar da pobreza que se traduz em 60% do rendimento médio do país, ou seja, no caso de Portugal, uma pessoa é considerada abaixo da linha de pobreza se, após as transferências sociais, tiver rendimentos inferiores a cerca de 360€.

Directamente associado ao conceito de pobreza, aparece-nos a noção de exclusão social que pode entender-se como um processo de sucessivas rupturas com os vários sistemas sociais básicos: o social, o económico, o institucional, o territorial e o das referências simbólicas (Bento, et al., 2002).

A pobreza funciona, frequentemente, como “(…) uma ponte para a exclusão, uma vez que esta detém características multidimensionais que articulam: baixo nível de rendimento com baixo grau de escolaridade, saúde precária, fraca integração no mercado de trabalho e no tecido social, tornando-se por isso um factor de potencial marginalização” (Silva, et al., 1989).

Situação em Portugal e Europa
Estima-se que cerca de 78 milhões de pessoas na UE - 16% da população, estão actualmente sob a ameaça da pobreza.
A Desigualdade na distribuição do rendimento centra-se na diferença entre a média dos rendimentos dos 20% da população com maior rendimento e dos 20% da população com menor rendimento.
Ainda que a situação tenha tido uma evolução positiva, como se pode ver na imagem seguinte, a taxa de pobreza em Portugal ainda se mantém superior à média europeia.
Apesar do risco de pobreza entre os mais idosos ter diminuído de 26% para 21%, o mesmo não aconteceu entre os mais jovens. No espaço de um ano, o risco de pobreza entre a população até aos 18 anos, cresceu de 21% para 23%.
Os dados do Eurostat divulgados dão conta de que 18% da população portuguesa viveu, em 2008, com menos de 5.800 euros anuais, ou seja, com menos de 60% do Rendimento Nacional per capita, a medida que define o limiar da pobreza.
Os dados do organismo responsável pelas estatísticas europeias mostram que, em 2008, as taxas mais elevadas de pessoas em risco de pobreza foram detectadas na Letónia (26%), Roménia (23%), Bulgária (21%), Grécia (20%), Espanha (20%) e Lituânia (20%).
As menos elevadas na República Checa (9%), Holanda (11%), Eslováquia (11%), Dinamarca (12%), Hungria (12%), Áustria (12%), Eslovénia (12%) e Suécia (12%).
A taxa de «risco de pobreza» é uma medida relativa que permite a comparação entre Estados-membros, visto que o limiar de pobreza varia enormemente entre países.

Desemprego
O desemprego ultrapassou já os 10%, prevendo-se que este valor suba aos 11% ainda em 2010. As mulheres continuam a apresentar uma taxa de desemprego superior à dos homens.
De acordo com os dados divulgados pelo gabinete de estatísticas da União Europeia, a taxa portuguesa ultrapassou a média dos 16 países da Zona Euro que é de 9,8%, o valor mais elevado dos últimos 11 anos, e ultrapassou também a média de 9, 3%registada nos 27 países que formam União Europeia. Em comparação com 2008, regista-se um aumento da taxa de desemprego em todos os Estados-Membros. Ao todo, na União Europeia, há cerca de 22, 5 milhões de pessoas sem emprego.
No final de 2009, cerca de 5.075 milhões de pessoas eram consideradas como população inactiva, segundo dados do INE. Destas, 3.461 milhões têm mais de 15 anos, uma percentagem significativa são mulheres (2.072 milhões) e 1.561 milhões de pessoas têm mais de 65 anos.
Relativamente à população desempregada, estima-se que existiam quase 550 mil pessoas nesta situação, no final de 2009. Deste número, a maioria são pessoas em plena idade activa, com baixos níveis de escolaridade – cerca de 390.000 pessoas possuem apenas escolaridade até ao 3º ciclo.
Quanto aos desempregados a receber subsídio de desemprego o número fixou-se, em Novembro de 2009, em cerca de 350 mil pessoas, sendo que 183 mil são mulheres. O valor médio do subsídio atribuído foi de 463€/ pessoa/ mês.
Segundo Alfredo Bruto da Costa (2008), estima-se que cerca de 35% das pessoas em situação de pobreza está empregada mas, devido aos baixos salários e precárias condições laborais, não conseguem fazer face às despesas.
Existiam, no final do 3º trimestre de 2009, 55.655 milhões de pessoas consideradas como população activa e 5.017 milhões estavam empregadas, sendo que destas, 3.377 milhões possuem apenas a escolaridade básica, até ao 3º ciclo.

Rendimento Social de Inserção
O RSI foi criado em 2003 e veio substituir a medida então existente, o Rendimento Mínimo Garantido. Define-se como uma medida de política que visa garantir às famílias mais pobres um rendimento que lhes permita aceder, por um lado, a um nível mínimo de subsistência e de dignidade, e por outro, a condições e oportunidades básicas para o início de um percurso de inserção social. O RSI é composto por duas vertentes: uma consiste numa prestação pecuniária; a outra, está relacionada com um programa de inserção socioprofissional que os beneficiários são obrigados a subscrever.
Em Novembro de 2009, segundo dados da Segurança Social, existiam 388.060 pessoas a beneficiar desta medida (em 2000 eram cerca de 147.000 beneficiários), sendo que 206.831 são mulheres e cerca de 147.010 são beneficiários com idade inferior a 18 anos. A 63.046 famílias foi-lhes atribuído o escalão Sem Rendimentos, sendo que o valor médio da prestação por família é de 242,38€ e por indivíduo de 93,30€.
Salienta-se ainda que houve um aumento de 15,3% face ao ano anterior e que 1 em cada 3 beneficiários do RSI são trabalhadores no activo que, devido aos baixos salários, não conseguem fazer face às despesas.

Pensões sociais e de velhice
Em Portugal existem, segundo dados do ISS do final de 2009, cerca de 2 milhões de reformados por velhice e invalidez pelo regime geral da Segurança Social, sendo o valor médio das pensões de 386€ e, no caso das mulheres, a média é de 294€.
O valor da pensão social, atribuída por velhice ou invalidez a pessoas em situação de carência económica abrangidas pelo regime não contributivo, é de 187,18€.
Cerca de 79% dos pensionistas, por invalidez e velhice, recebem pensões inferiores a 407,40€ (Seg. Social, 2008).
Texto AMI

AMI regista maior aumento de sempre de pobreza em Portugal

Os números de 2010 revelam o pior ano em termos de pobreza em Portugal desde que a AMI tem registo. Mais de 12.300 pessoas solicitaram apoio nos nove centros sociais da fundação pelo país, nas Olaias, Chelas, Cascais, Almada, Porto, Vila Nova de Gaia, Coimbra, Funchal e Angra do Heroísmo. Um valor sem precedentes, que representa um aumento de 40 por cento considerando os últimos cinco anos e de 24 por cento relativamente ao ano anterior.
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto continuam a ser as zonas mais afectadas pelo flagelo da pobreza e da exclusão social. Do total de pessoas apoiadas no ano passado pela AMI, 45 por cento reside na Grande Lisboa (Olaias, Chelas, Almada e Cascais) e 40 por cento no Grande Porto (Porto e Vila Nova de Gaia).
A acompanhar esta tendência de subida nos dois grandes centros urbanos estão também as pessoas em situação de sem-abrigo, que não param de aumentar em Portugal. Em 2010 recorreram à AMI 1.821 sem-abrigo, dos quais 701 pela primeira vez, mais 12 por cento do que em 2009. Nota mais uma vez o caso das mulheres nesta situação que já representam 29 por cento das pessoas sem-abrigo que procuraram a AMI pela primeira vez, uma agudização de 16 por cento em 12 anos.
A pobreza registada pela AMI em Portugal atinge sobretudo mulheres desempregadas, entre os 16 e os 65 anos, residentes nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.
A maioria da população (69 por cento) que recorre aos centros sociais da AMI encontra-se em idade activa, seguida dos menores de 16 anos (23 por cento) e finalmente, a população com mais de 65 anos, (18 por cento).
Uma nota final em relação aos Abrigos Nocturnos de Lisboa e do Porto. Foram acolhidos um total de 129 homens.
Fundação AMI
Departamento de Informação e Comunicação
28 de Março de 2011

segunda-feira, 21 de março de 2011

Acidentes de trabalho 1985-2008

Por acidente de trabalho, entende-se todo o acontecimento inesperado e imprevisto, incluindo os actos de violência derivados do trabalho ou com ele relacionados, do qual resulte uma lesão corporal, uma doença ou a morte de um ou vários trabalhadores. São também considerados acidentes de trabalho os acidentes de viagem, de transporte ou de circulação, nos quais os trabalhadores ficam lesionados e que ocorrem por causa, ou no decurso do trabalho, isto é, quando exercem uma actividade económica, ou estão a trabalhar, ou realizam tarefas para o empregador.

Por acidente de trabalho mortal, entende-se Acidente de que resulte a morte da vítima num período de um ano (após o dia) da sua ocorrência.

Seguem a publicação dos dados relativos à estatistica envolvendo estes dois conceitos em Portugal:



Os valores apresentados referem-se a todos os acidentes de trabalho participados às entidades seguradoras, excluindo os acidentes ocorridos com subscritores da Caixa Geral de Aposentações (CGA) e os acidentes que ocorram no percurso para o local de trabalho ou no regresso deste (acidentes de trajecto).
Notar que, o número de acidentes mortais em 1998, foi nulo pois, os dados não foram disponibilizados.

É de realçar que apesar do número de acidentes mortais ter ligeiramente diminuido, os acidentes de trabalho de forma global têm-se mantido, tendo-se mesmo verificado um aumento nos últimos anos.

É importante uma tomada de consciência para as boas práticas de trabalho no respeito da saúde e da boa vivência do Homem.

(Dados estatísticos Pordata 2011)

domingo, 20 de março de 2011

Segurex 2011

Decorreu na FIL, de 16 a 19 de Março, a SEGUREX 2011. A Cruz Vermelha Portuguesa esteve presente neste Salão Internacional de Protecção e Segurança, que se realizou na FIL - Parque das Nações, em Lisboa, no stand 4E50.

A CVP também integrou o stand 4B42 do Ministério da Defesa Nacional com uma exposição do Direito Internacional Humanitário.

A Instituição apresentou uma exposição/mostra das actividades da área de Emergência, do Ensino de Socorrismo e do Serviço de Teleassistência.

Durante a participação neste salão, foram organizadas algumas acções formativas:
     • Suporte Básico de Vida com Desfibrilhação Automática Externa;
     • Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa/Socorrismo de Proximidade para colocação em espaços públicos.

Registou-se a participação.......

quarta-feira, 9 de março de 2011

Objectivos de desenvolvimento de Milénio - Metas a atingir até 2015

O que são os «Objectivos de Desenvolvimento do Milénio»?


Na "Cimeira do Milénio" da ONU, que teve lugar em Setembro de 2000, os países membros assinaram, em conjunto, uma declaração, a Declaração do Milénio, que fixou 8 objectivos de desenvolvimento específicos, a serem atingidos até 2015. Estes objectivos, chamados os "Objectivos de Desenvolvimento do Milénio" (ODM), podem ser resumidos da seguinte forma:

1. Reduzir para metade a pobreza extrema e a fome
2. Alcançar o ensino primário universal
3. Promover a igualdade entre os sexos
4. Reduzir em dois terços a mortalidade infantil
5. Reduzir em três quartos a taxa de mortalidade materna
6. Combater o VIH/SIDA, a malária e outras doenças graves
7. Garantir a sustentabilidade ambiental
8. Criar uma parceria mundial para o desenvolvimento

POBREZA
Somos quase 6 mil milhões de habitantes neste planeta. 1,2 mil milhões de nós sobrevive em condições de extrema pobreza, isto é, vive com menos de um dólar por dia. Destes, 70% são mulheres. 6,3 milhões de crianças morrem de fome por ano e há 842 milhões de pessoas sub-nutridas no mundo.

ANALFABETISMO
Cerca de 115 milhões de crianças no mundo não vão à escola. Destas, três quintos são meninas. 876 milhões de pessoas no mundo são iletradas, dois terços das quais são mulheres.

DESIGUALDADE ENTRE OS SEXOS
Dois terços dos analfabetos no mundo são mulheres e 80% dos refugiados são mulheres e crianças. Em muitos países as mulheres não têm direito à herança do marido, ficando desamparadas quando ele morre, não têm direito de voto nem de se associar nem de escolher o marido. Também em muitos países as mulheres não têm direito a aprender a ler, a ser remuneradas pelo seu trabalho e noutros, quando trabalham ganham em média menos do que os homens.

MORTALIDADE INFANTIL
Para além dos 6,3 milhões de crianças que morrem de fome anualmente mais 13 milhões morrem antes de atingirem os cinco anos por causas evitáveis, tais como diarreia.

MORTALIDADE DURANTE A GRAVIDEZ E O PARTO
Mais de 500.000 mulheres morrem, por ano, durante a gravidez ou o parto, e 99% destas mortes ocorrem em países em vias de desenvolvimento.

MORTALIDADE DEVIDO A EPIDEMIAS
1 milhão de pessoas morre por ano de malária e mais 2 milhões de pessoas morrem de tuberculose. Estima-se que entre 34 a 46 milhões de pessoas vivem com SIDA/HIV e entre 2,5 e 3,5 milhões de pessoas morreram de SIDA em 2003.

FALTA DE CONDIÇÕES AMBIENTAIS
2 mil milhões de pessoas no mundo não têm acesso a fontes de energia regulares. 1000 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a água potável. 2,4 mil milhões de pessoas no mundo não podem contar com a melhoria do seu sistema sanitário.

DESIGUALDADE ENTRE OS PAÍSES RICOS E OS PAÍSES POBRES
15% da população mundial vive nos países ricos, embora sejam responsáveis por 50% das emissões de carbono no mundo e 20% da população mundial consome 80% dos recursos do nosso planeta. Nos próximos 25 anos a população mundial vai aumentar de 6 para 8 mil milhões de habitantes, mas a maioria vai nascer nos países mais pobres. Muitos países pobres gastam mais com os juros da dívida externa do que com a resolução dos seus problemas sociais.

terça-feira, 1 de março de 2011